Porto Novo/Ribeira dos Bodes: população cobra do Governo a construção da passagem hidráulica

Porto Novo, 05 Set (Inforpress) – Os habitantes em Ribeira dos Bodes, no interior do Porto Novo, voltam a reclamar do Governo a construção da passagem hidráulica na zona de Poio, prevista no quadro do programa de recuperação de Santo Antão, em 2017.

Depois dos insistentes pedidos da associação comunitária dessa localidade, agora é vez de os habitantes da Ribeira dos Bodes lembrarem ao Governo e à câmara do Porto Novo da necessidade dessa passagem hidráulica, prevista no quadro de um contrato assinado entre o Executivo e município do Porto Novo.

“Ainda estamos à espera da ponte, financiada, em 2017, através do programa de recuperação de Santo Antão”, disse o morador José Reis, partilhando, assim, a preocupação da associação comunitária da Ribeira dos Bodes, quanto à necessidade dessa infra-estrutura.

No quadro do programa de recuperação de Santo Antão, foi assinado entre o Governo e a câmara do Porto Novo um contrato-programa, à volta de 30 mil contos, para a construção de três passagens hidráulicas no município em Ribeira das Patas, Chã de Norte e Ribeira dos Bodes.

Porém, foram construídas as pontes em Ribeira das Patas (Ribeira de Cochete) e em Chã de Norte (Boca de Ribeira), tendo ficado a da Ribeira dos Bodes por construir.

Nessa altura, a edilidade porto-novense justificou que as verbas se tinham mostrado insuficientes para a construção das três infra-estruturas e que estaria a mobilizar o financiamento para materializar a obra em Ribeira dos Bodes.

Três anos depois, a população da Ribeira dos Bodes volta a pedir a passagem hidráulica na zona de Poio, para facilitar a circulação de carros e pessoas no interior dessa zona, cuja estrada de acesso clama por obras de reabilitação.

JM/DR

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos