Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo/Ribeira das Patas: grupo de mulheres aposta no centro agro-alimentar para ocupar as chefes de famílias no desemprego

Porto Novo, 19 Jul (Inforpress) – Um grupo de mulheres chefes de família, em Lagoa e Catano, Ribeira das Patas, no concelho do Porto Novo, decidiu apostar na construção de um centro agro-alimentar, como forma de ocupar as mesmas, afectadas pelo desemprego.

A unidade que se vai localizar em Lagoa da Ribeira das Patas, já está a ser construída pelo grupo de mulheres, que conta com a parceria da Câmara Municipal do Porto Novo para a materialização do projecto, segundo Antónia da Luz, uma das beneficiárias.

Além de produção de sumos diversos, as mulheres pretendem, ainda, apostar na secagem de frutas e comercializar mato de chã (ervas), com vista a conseguir algum rendimento.

Este é a segunda iniciativa do tipo desencadeada em Ribeira das Patas por parte de mulheres, como forma de contornar a situação do desemprego no seio da camada feminina nessa localidade, onde se produz muita manga e citrinos, além de outras frutas.

Desde 2015, funciona na zona de Cirio da Ribeira das Patas um centro agro-alimentar, que começou com produção de sumos, frutas secas e mato de chã, passando depois a produzir biscoitos, licores, doces e néctares.

Essa unidade, capaz de produzir, por dia, 120 litros de sumos diversos, tem contado com a parceria do programa de promoção das actividades sócio-económicas rurais (Poser), a cargo do Ministério do Agricultura e Ambiente (MAA), e da organização não-governamental Atelier Mar (São Vicente).

Este centro, que beneficia 14 pessoas (12 mulheres e dois homens), comercializa, também, o café produzido em Santo Antão.

JM/DR
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos