Porto Novo/Ribeira das Patas: Agricultores expectantes quanto ao arranque das intervenções na bacia hidrográfica

Porto Novo, 20 Nov (Inforpress) – Os agricultores em Ribeira das Patas, no Porto Novo, em Santo Antão, têm a “expectativa” de que o projecto de ordenamento dessa bacia hidrográfica comece a ser implementado já a partir de Janeiro de 2021.

Lourenço Monteiro é um dos agricultores que, abordados pela Inforpress, dizem aguardar com “expectativa” o arranque das intervenções previstas no quadro do projecto, com vista a estancar “o declínio da agricultura”, nesse vale, que clama por investimentos, sobretudo, na mobilização de água.

João Lima, outro agricultor, lembra que se trata de um projecto que, nos últimos anos, tem vindo a ser anunciado pelo Governo, mas cujo arranque ainda se aguarda, numa altura em que Ribeira das Patas está a precisar de investimentos no sector agrícola.

Para o representante da Associação para o Desenvolvimento Integrado da Ribeira das Patas, Arlindo Delgado, o projecto de ordenamento dessa bacia é “decisivo” para o futuro da agricultura nessa localidade, razão pela qual exorta o Governo a avançar com as intervenções identificadas pelos estudos já existentes.

O ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, durante a sua recente visita a Porto Novo, em Outubro, assegurou que o Governo irá mobilizar os financiamentos para a efectivação das intervenções identificadas no quadro do ordenamento da bacia hidrográfica da Ribeira das Patas.

“Há um estudo de ordenamento da bacia da Ribeira das Patas, que já foi validado. Agora vamos mobilizar recursos para a efectivação das intervenções que o estudo identifica”, explicou Gilberto Silva, na ocasião, informando que as obras serão realizadas de uma forma faseada com recursos mobilizados internamente e através da cooperação.

O projecto de ordenamento da bacia da Ribeira das Patas abarca, numa primeira fase, a prospecção de água sub-terrânea em Lagoa/Catano, com a execução de um furo e seu equipamento com sistema fotovoltaico, além de conversão dos terrenos de sequeiro em parcelas irrigadas e a instalação de sistema de rega gota-a-gota.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos