Porto Novo: Quase nove anos de prisão para ex-professor acusado de violar a filha 

Porto Novo, 20 Nov (Inforpress) – O Tribunal  Judicial da Comarca do Porto Novo, Santo Antão, condenou hoje a oito anos e seis meses de prisão o ex-professor Jassir Sousa, que, em Abril deste ano, foi acusado de violar e engravidar sua própria filha menor.

Segundo a sentença, conhecida na tarde desta sexta-feira, além dos oito anos e seis meses de prisão, o ex-professor foi ainda condenado a indemnizar a vítima, de 16 anos, no montante de 200 contos.

Os fatos, que terão ocorrido entre os meses de Fevereiro e Março últimos, foram denunciados em Abril, quando as autoridades de saúde confirmaram que a menor em causa estava grávida, supostamente do próprio pai.

JM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos