Porto Novo: Projecto “Jovens agricultores da Casa de Meio” começa a dar frutos com a primeira colheita de alface

Porto Novo, 12 Jan (Inforpress) – O projecto “Jovens agricultores de Casa de Meio”, no Porto Novo, Santo Antão, começou a dar os seus frutos com a primeira colheita de alfaces, um dos vários produtos que já estão a ser cultivados pelos lavradores.

Este facto é motivo de regozijo por parte da Associação para a Defesa do Património de Mértola (Portugal), promotora deste projecto, que abarca 33 jovens agricultores de Casa de Meio, uma zona agrícola situada no interior do concelho do Porto Novo.

A maioria das parcelas já está a produzir, além de alfaces, também, couves, repolho, pimentão e coentros, produtos que constituem “uma importante fonte de rendimento” para esses jovens agricultores, que têm um centro de transformação agro-alimentar à sua disposição.

“Depois de longos meses de preparação das parcelas agrícolas e das aprendizagens resultantes das acções de capacitação em boas práticas agrícolas, os jovens agricultores de Casa do Meio começam a colher os frutos do seu esforço. As pedras deram lugar a alfaces, couves, repolho, pimentão e coentros”, enaltece a Associação para a Defesa do Património de Mértola.

No quadro deste projecto, financiado em mais de 40 mil contos, o Governo colocou à disposição dos jovens cerca de três hectares de terreno para exploração agrícola.

A preparação dos terrenos continua sendo o grande desafio dos jovens agricultores, numa altura em que faltam ainda preparar nove das 30 parcelas.

JM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos