Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo: Porto-novenses voltam a alertar para o abandono da capela em Pascoal Alves

Porto Novo, 29 Jul (Inforpress) – O abandono da capela na zona de Pascoal Alves, no interior do concelho do Porto Novo, tem centrado a atenção dos porto-novenses, que têm insistido na necessidade de se recuperar esse espaço de culto.

Vários cidadãos têm utilizado as redes sociais para chamar atenção para a situação da capela de Pascoal Alves, que, no seu entender, corre o risco de desaparecer.

Jairson dos Reis, que esteve de visita à capela, divulgou hoje imagens que mostram que essa igreja, construída nos anos de 1950, e que já serviu de posto escolar dessa localidade, tem servido de “casa para pombos” e outras aves.

“As imagens são devastadoras e impróprias para quem tem fé, independente da sua religião”, sublinhou este cidadão, exortando a Igreja Católica e a Câmara Municipal do Porto Novo para apoiar a comunidade a “salvar” a sua capela. 

Entretanto, um grupo de cidadãos naturais de Pascoal Alves pretende lançar “um movimento” a favor da capela local, que está em situação de abandono.

Um dos mentores da iniciativa, José Rocha, explicou que o propósito é mobilizar as pessoas naturais dessa localidade “para salvar a capela”, que está em “situação avançada de deterioração”.

Este grupo diz contar, sobretudo, com os quadros e emigrantes naturais de Pascoal Alves espalhados pelo mundo, muitos dos quais já manifestaram “interesse” em ajudar a recuperar a igreja, considerado “um símbolo” dessa localidade, tendo, durante décadas, servido da escola local.

Outras capelas no Porto Novo, incluindo a própria igreja paroquial, estão deterioradas, situação que preocupa, também, a Igreja Católica, que tem apelado às autoridades locais, empresários e emigrantes para ajudarem a recuperar as igrejas neste concelho.

No caso de Pascoal Alves, a Câmara Municipal do Porto Novo, através do seu presidente, Aníbal Fonseca, tinha prometido apoiar na recuperação da capela.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos