Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo: População do Planalto Norte exige melhoria das condições de saneamento para essa zona

Porto Novo, 02 Fev (Inforpress) – O estado actual do saneamento no Planalto Norte, no município do Porto Novo, está a preocupar a população dessa localidade, que exige a intervenção da edilidade porto-novense na melhoria da situação.

Fidel Neves, porta-voz da população, enumerou os principais problemas ligados ao saneamento por que passa o Planalto Norte, que se prendem, sobretudo, com a recolha do lixo e o seu depósito num sítio adequado, além da construção de casas-de-banho.

À semelhança do que tem vindo a acontecer com outras zonas, Fidel Neves defende a necessidade de o vereador pelo pelouro do saneamento visitar, também, o Planalto Norte que, a seu ver, precisa de investimentos neste domínio.

“Os principais problemas têm a ver com a recolha do lixo e a criação de um espaço para colocar esse lixo. Há, também, a necessidade de apoiar as pessoas na construção de casas-de-banho”, explica Fidel Neves, que é, igualmente, operador turístico.

O vereador da área do saneamento da Câmara Municipal do Porto Novo, Valter Silva, tem estado a visitar as localidades do interior do concelho para se inteirar do estado actual do saneamento no meio rural, tendo anunciado a realização, periodicamente, de campanhas de limpeza, em todo o concelho.

Enquanto isso, 200 famílias no interior do município do Porto Novo, inscritas no  Cadastro Social Único (CSU), vão ser contempladas, no decorrer deste ano, com casas de banho e fossas individuais, no quadro do projecto de água e saneamento para Santo Antão.

A informação foi avançada pela Câmara Municipal do Porto Novo, que explicou que essas famílias, consideradas pobres, estão já identificadas e vão, no decurso de 2021, beneficiar de casas-de-banho e fossas individuais.

Também, no quadro do plano de investimentos municipais para este ano, a câmara do Porto Novo prevê investir mais de dois mil contos na construção de casas-de-banho para as famílias mais desfavorecidas.

Dados oficiais referem que quase 80 por cento dos porto-novenses já têm acesso a casas-de-banho.

JM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos