Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo: Plano salvaguarda de São João e instalação do futuro museu das romarias na agenda da visita do ministro da Cultura

Porto Novo, 22 Jul (Inforpress) – A instalação do futuro museu das romarias e implementação do plano salvaguarda de São João, no Porto Novo, Santo Antão, constitui o propósito da visita, esta segunda-feira, do ministro da Cultura e Indústrias Criativas a este município.

Além de um encontro com a edilidade, Abraão Vicente visita os projectos já implementados e em curso neste concelho, com destaque para a rota de São João e as instalações do futuro museu das romarias, obra iniciada em 2014, mas que está suspensa, há já alguns anos, por dificuldades de financiamento.

O museu das romarias, que funcionará nas antigas instalações da fábrica de pozolanas, na cidade do Porto Novo, faz parte de uma série de projectos visando a salvaguarda das festas de São João, elevadas, em 2017, a património imaterial nacional.

Desses projectos, se destacam ainda a rota de São João, inaugurada em Junho, e o centro interpretativo, que funciona na antiga capela de São João, a primeira igreja construída no Porto Novo, já com 114 anos de existência.

A candidatura das festas de São João a património cultural imaterial da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) está nos planos do Governo e do município do Porto Novo.

O ministro da Cultura e Indústrias Criativas, numa das suas visitas a Porto Novo, chegou a garantir que, “de facto, o objectivo maior” do Governo será apresentar a candidatura das festas de São João a património cultural imaterial da Unesco.

As festas de São João (a imagem terá chegado a Cabo Verde no século 17, proveniente de Portugal) passaram a ser celebradas no Porto Novo a partir de 1898, com a criação da primeira paróquia local.

O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, que, nesta visita, se faz acompanhar do presidente do Instituto do Património Cultural (IPC), Hamilton Fernandes, desloca-se, ainda hoje, ao concelho do Paul, onde visita o edifício da antiga alfândega.

Esta terça-feira, estará em Ribeira Grande, com visitas à antiga residência paroquial e ao aqueduto Ponte de Canal.

Neste município, Abraão Vicente procede ainda à assinatura do contrato de consignação e empreitada da capela de São Miguel Arcanjo e preside à uma conferência no quadro das comemorações dos 130 anos do edifício dos Paços do Concelho.

Santo Antão recebe, neste ano de 2019, um montante de 58 mil contos para a reabilitação do seu património histórico, sendo de destacar o aqueduto ponte de canal, em Ribeira Grande, cujas obras devem ser implementadas ainda no decorrer deste segundo semestre.

Os investimentos previstos para esta ilha na recuperação do património cultural são financiados no quadro do programa de reabilitação, requalificação e acessibilidades (PRAA).

No caso da ponte de canal, que recebeu, em Junho, uma visita de uma equipa do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, encabeçada pelo presidente do IPC, para análise dessa estrutura hidráulica, construída em 1956, o investimento para sua recuperação estará à volta de 30 mil contos.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos