Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo/Planalto Norte: Penúria de água amenizada com reserva da água das chuvas através de cisternas

Porto Novo, 11 Set (Inforpress) – A crise de água que tem afectado o Planalto Norte, no interior do Porto Novo, Santo Antão, está a ser atenuada com a retenção, por parte dos habitantes, de águas pluviais, através de cisternas comunitárias e familiares.

Segundo os habitantes, trata-se de “uma boa quantidade” de água armazenada, que vai permitir amenizar a penúria do líquido precioso “durante algum tempo”, libertando, assim, a edilidade porto-novense dos “elevados encargos” com água transportada, a partir da cidade do Porto Novo.

A associação comunitária Luz Viva do Norte procura, porém, parcerias para a recuperação de 80 cisternas em todo o Planalto Norte, actualmente na fase de deterioração.

O presidente da associação Luz Verde do Norte, António Lima, informou que, desde o ano transacto, tem estado a procurar o financiamento para apoiar as famílias na recuperação das cisternas, sobretudo com problemas de infiltração, mas, “até agora”, os esforços têm sido infrutíferos.

No Planalto Norte, onde reside perto de uma centena de famílias, as cisternas, quando chove, têm contribuído para amenizar a situação de penúria de água, por que passa essa localidade.

Entretanto, espera-se que, no primeiro trimestre de 2021, o problema de água ficará resolvido, definitivamente, no Planalto Norte, com a conclusão do projecto de abastecimento de água para essa localidade, um investimento do Governo na ordem dos 70 mil contos.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos