Porto Novo: Moradores queixam-se de atrasos na requalificação urbana de Branquinho e Alto Miradouro

Porto Novo, 01 Jan (Inforpress) – Os moradores de Branquinho e Alto Miradouro, na cidade do Porto Novo, queixam-se, actualmente, do atraso na conclusão das obras de requalificação urbana nessas zonas, lançadas há seis meses.

Os projectos da Câmara Municipal do Porto Novo, de calcetamento e criação de espaços verdes, financiadas pelo Governo, deveriam ficar concluídas três meses depois, mas o facto é que ainda estão na fase inicial, e a população alerta para a morosidade.

Em resposta, o presidente da câmara, Aníbal Fonseca, explicou que a falta de mão-de-obra e de pedras de calçadas tem condicionado as obras, mas garantiu que os projectos vão ser retomados e materializados, agora nos princípios deste ano.

Neste momento, a cidade do Porto Novo está a receber investimentos de mais de 40 mil contos no domínio de requalificação urbana, abrangendo, além de Branquinho e Alto Miradouro, ainda as zonas de Berlim e Chã de Viúva.

Para este ano de 2021, a autarquia prevê investir 16 mil contos na requalificação urbana, programa que visa proporcionar “melhor qualidade de vida” às pessoas e embelezamento à cidade do Porto Novo e aos centros secundários.

JM/AA

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos