Porto Novo: Moradores alertam que fumo produzido pela fábrica de queijo é nocivo à saúde das pessoas

 

Porto Novo, 23 Abr (Inforpress) – O fumo que saí do chaminé da fábrica de queijo do Porto Novo, Santo Antão, está a gerar algum descontentamento no seio dos moradores do bairro do Armazém, onde se localiza essa unidade industrial.

Segundo alguns moradores, o fumo, que todos os dias entra nas casas das pessoas que vivem nas proximidades dessa fábrica, no centro da cidade do Porto Novo, é nocivo à saúde, razão pela qual chamam a atenção das autoridades competentes.

José Santos, um dos moradores, disse à Inforpress que há pessoas cuja “saúde tem sido muito prejudicada” pelo fumo expelido por essa fábrica, que, além do queijo, produz ainda charcutarias.

Depois de três anos inoperante, a fabrica de queijo do Porto Novo retomou a actividade em Dezembro último, depois da sua alienação a um grupo de privados pelo Estado de Cabo Verde.

Desde a instalação da fábrica, em finais da década de 90, os habitantes têm alertado para os transtornos que o fumo traz à saúde das pessoas, tendo já apelado à intervenção das autoridades de saúde.

Porém, há informação avançada pelos responsáveis dessa unidade de que o chaminé vai ser ampliado, mas que a intenção é apostar, dentro de pouco tempo, num chaminé térmico.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos