Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo: Ministério da Educação vai assegurar na totalidade o transporte escolar dos alunos do 5º ano – responsável

 

Porto Novo, 06 Set (Inforpress) – O Ministério da Educação (ME) vai arcar, “na totalidade”, com os custos de transporte escolar dos alunos do quinto ano no concelho do Porto Novo, em Santo Antão, assegurou hoje a delegado deste ministério, Felismina Reis.

São perto de duas dezenas de alunos das zonas rurais que, este ano lectivo, vão ter de se deslocar à cidade do Porto Novo, sede do concelho, para assistir às aulas nas disciplinas de Francês e Inglês, introduzidas no currículo do quinto ano.

“O transporte escolar dos alunos do quinto ano será comparticipado na totalidade pelo ME, tal como o alojamento das crianças deslocadas”, assegurou a delegada do ME no Porto Novo, informando que os pais não terão quaisquer quer encargos.

O ME decidiu, também, este ano lectivo, alojar os alunos do quinto ano do Planalto Norte e Chã de Norte na cidade do Porto Novo para poderem ter acesso às duas disciplinas.

No caso do Planalto Norte, os país estão contra a decisão do ME de fixar os 12 crianças na cidade do Porto Novo, considerando que, na idade em que estão, os seus educandos não podem ficar fora do ambiente familiar

Fidel Neves, porta-voz desses pais, entende que o ME tem a obrigação de criar as condições para que os alunos recebam as aulas nas suas próprias comunidades e não obrigá-los a morar na cidade do Porto Novo, longe das famílias.

A delegada do ME no Porto Novo explicou que a decisão de deslocar os alunos do Planalto Norte e de Chã de Norte para a cidade do Porto Novo se deve à falta de condições para a colocação de professores nessa localidade, para leccionarem as duas línguas.

Segundo a responsável, a solução para já encontrada foi a de “trazer” esses alunos para cidade do Porto Novo, cujos encargos com o alojamento serão asseguradas pelo ME.

“O transporte escolar dos alunos será comparticipado na totalidade pelo ME tal como o alojamento das crianças deslocadas”, afiançou Felismina Reis, tranquilizando, assim, os pais e encarregados de educação.

Neste ano lectivo, apenas as escolas da cidade do Porto Novo, Ribeira das Patas, Tarrafal de Monte Trigo e do Alto Mira vão ter professores para leccionarem as duas línguas.

O ME assegura que as condições estão sendo criadas para que os alunos possam residir, sem quaisquer problemas, na cidade do Porto Novo.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos