Porto Novo: Martiene continua livre da praga dos mil pés para alívio dos agricultores que preparam sementeira da batata comum

Porto Novo, 18 Nov (Inforpress) – O vale agrícola de Martiene, um dos mais produtivos do concelho do Porto Novo, continua livre da praga dos mil pés (illacme plenipes) para o alívio dos produtores agrícolas, que já preparam a próxima sementeira da batata comum.

Essa praga foi, há alguns meses, detectada à entrada de Martiene, levado através de materiais de construção da estrada de acesso a essa localidade, facto que deixou apreensivos os agricultores dessa localidade, que agora respiram de alívio.

É que, segundo o representante dos lavradores, Januário Cruz, passados já “vários meses”, não foi encontrada essa praga em nenhuma parcela, o que demonstra que Martiene continua livre dos mil pés, mantendo, assim, o seu estatuto de maior produtor de batata comum da ilha de Santo Antão.

Este ano, a produção deste tubérculo foi “fraca” em Martiene, devido a problemas nos sistemas de produção de água para rega, mas, para 2021, há “boas perspectivas” para o cultivo de batata comum, estando já em preparação a sementeira, que se inicia a partir de Dezembro, avançou a mesma fonte.

Saliente-se que, além de Martiene, Tarrafal de Monte Trigo, um importante produtor do inhame, e Chã de Norte, também grande produtor de batata comum, continuam, também, livre dos mil pés, praga que fustiga a agricultura em Santo Antão, desde os anos 70.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos