Porto Novo: Jovens sem emprego e sem perspectivas vão deixando Ribeira das Patas para se fixarem em outras ilhas – líder associativo 

Porto Novo, 27 Dez  (Inforpress) – O presidente da Associação para Desenvolvimento Integrado da Ribeira da Patas (ADIRP), interior do município do Porto Novo, Arlindo Delgado, alertou hoje para o fenómeno de êxodo rural que está a deixar “sem perspectivas” esta povoação.

“Jovens sem emprego e sem perspectivas vão deixando Ribeira das Patas para se fixarem em outras ilhas, onde as condições de vida são melhores”, adiantou o líder associativo, reivindicando os projectos prometidos pela Câmara Municipal do Porto Novo e o pelo Governo.

Entre os projectos, Arlindo Delgado destacou o campo de futebol relvado prometido pela câmara municipal e pelo Governo, considerando que “os jovens desta  localidade “sentem-se enganados pela classe política deste município e do País”. 

Os agricultores e criadores da Ribeira  das Patas foram também “ignorados pelos sucessivos  governos”, no entender deste responsável, para quem estes camponeses “ao que parece, não fazem parte deste País”.

“Pouco ou nada é feito para manter viva a esperança da população da Ribeira das Patas. Jovens desgastados com tantas promessas não compridas dos sucessivos governos locais e nacionais, jovens sem emprego e sem perspectivas vão deixando esta localidade para fixar em outras ilhas, onde as condições de vidas são melhores”, notou.

O presidente da ADIRP referiu-se igualmente ao centro de saúde da Ribeira das Patas, cujo arranque se previa para 2021, desejando que “o ano de 2022 seja um ano das realizações” para esta comunidade, com três mil habitantes.

JM/AA 

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos