Porto Novo: Hospital, aeroporto e extensão do porto entre as prioridades dos porto-novenses

Porto Novo, 09 Ago (Inforpress) – Alguns porto-novenses têm sugerido ao Governo que priorize, neste momento, um hospital para o município do Porto Novo em vez do aeroporto, mas há outros que defendem a necessidade das duas infra-estruturas.

Através das redes sociais, muitos munícipes aproveitam para defender “prioridade” para um hospital, dotado de especialidades, no concelho do Porto Novo, alegando que o actual centro de saúde já não consegue atender às demandas dos utentes.

“Se me perguntassem o que seria prioridade para Porto Novo e me fizessem escolher entre um aeroporto ou um hospital, claramente diria sim a um hospital. Isto sim é prioridade para Porto Novo. Se precisarmos de algumas especialidades temos que nos deslocar à Ribeira Grande ou ir a São Vicente”, explica a munícipe Ivone Sabino.

Porto Novo, sendo “o maior concelho de Cabo Verde”, merece “um hospital e com qualidade”, defende, propondo, em alternativa ao aeroporto, a aposta nos transportes marítimos e ampliação do porto, para receber navios de maior porte.

A seu ver, Porto Novo e Santo Antão estão “bem servidos com os barcos”, que nunca foi problema para a ilha. Falta sim, a segunda fase do porto” para “atracagem” de barcos de grande porte, tipo cruzeiros.

Jorge Monteiro entende que os porto-novenses têm de ser ousados e exigentes, defendendo um hospital e o aeroporto para Porto Novo.

Embora admita que um hospital para cada concelho “não é possível”, Américo Dias é “de acordo” que o hospital regional na Ribeira Grande, “por uma questão geográfica”, não responde às necessidades dos utentes no concelho do Porto Novo.

“Creio que o hospital em São Vicente está mais acessível a Porto Novo”, sublinhou este porto-novense, que defende, também, a construção do aeroporto.

Mas, para Alcides Silva, saúde, a par da educação, deve ser “prioridade” para Porto Novo, numa altura em que o centro de saúde local já não responde às necessidades dos munícipes.

Construído há quase duas décadas, o centro de saúde do Porto Novo, além de consultas de clínica geral, presta ainda serviços a nível psicologia, nutrição, estomatologia e prótese dentária, além de exames de raio x, ecografia e electrocardiograma.

Dispõe ainda de um serviço de telemedicina.

Em relação à saúde, está sim nos planos do Governo a construção de mais um centro de saúde no Porto Novo, desta feita na Ribeira das Patas, investimento a ser concretizado em 2021, segundo o edil, Aníbal Fonseca.

Quanto ao aeroporto, os autarcas santantonenses consideram que o projecto “será sempre um desígnio” para Santo Antão, apesar do “contexto difícil” em que se encontra o País.

“O contexto é difícil, mas isso não muda a visão nem a perspectiva. O aeroporto será sempre um desígnio que tem de ser concretizado, assim como a segunda fase do porto do Porto Novo”, notou o edil porto-novense, durante a recente visita do primeiro-ministro a Santo Antão.

Por sua vez, o presidente da Assembleia Nacional e deputado por Santo Antão, Jorge Santos, é de opinião de que o projecto do aeroporto continua sendo “um compromisso e uma grande prioridade” para a ilha.

JM/DR
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos