Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo espera “abrir janelas” de cooperação com Luxemburgo para vencer desafios de abastecimento de água e habitação – autarca

Porto Novo, 27 Nov (Inforpress) – A câmara do Porto Novo, Santo Antão, acredita que é possível “abrir janelas de cooperação” com Luxemburgo, com vista a atender aos “grandes desafios” que se colocam ao município em matéria de abastecimento de água e habitação.

O presidente da câmara, Aníbal Fonseca, que recebeu esta quinta-feira, no seu município, o encarregado de Negócios da Embaixada do Grão-ducado do Luxemburgo em Cabo Verde, Thomas Barbancey, afiançou que existem perspectivas da sua edilidade, “alargar” a cooperação com este país, no quadro do Fundo de Descentralização.

Com o encarregado de Negócios da Embaixada do Grão-ducado do Luxemburgo em Cabo Verde, o autarca porto-novense abordou as perspectivas de cooperação a nível de abastecimento de água domiciliária no Planalto Norte, Ribeira das Patas, Ribeira dos Bodes e em Ribeira Fria.

A habitação social pode ser outro sector em que esta autarquia espera contar com a cooperação luxemburguesa para resolver “o problema muito grande” das habitações, neste município.

Conforme Aníbal Fonseca, a edilidade tem estado a investir na requalificação de habitações, mas “os meios são insuficientes” para atender as mais de três mil famílias que ainda habitam “em condições muito precárias”.

Acredita, por isso, que a cooperação luxemburguesa pode apoiar Porto Novo a atenuar o “grande défice de qualidade” das habitações, neste município.

JM/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos