Porto Novo: Emigrantes desejam ajudar a recuperar as capelas degradadas no concelho

Porto Novo, 18 Ago (Inforpress) – Emigrantes naturais do concelho do Porto Novo, em Santo Antão, têm manifestado a disponibilidade para ajudar a comunidade católica na recuperação das capelas em fase avançada de deterioração, no município.

A maior preocupação prende-se com a igreja de Pascoal Alves, no Planalto Norte, tendo já um grupo de emigrantes naturais dessa zona manifestado desejo de ajudar a restaurar esse espaço de culto, que já serviu de escola, no povoado.

Um representante da comunidade avançou que muitos emigrantes naturais de Pascoal Alves tem visitado a capela e desejam apoiar na sua recuperação.   

Aliás, um grupo de cidadãos naturais de Pascoal Alves prepara-se para lançar “um movimento” com o objectivo de mobilizar as pessoas para ajudarem nessa causa.  

A Câmara Municipal do Porto Novo, através do seu presidente, Aníbal Fonseca, já prometeu apoiar na recuperação da capela.

O abandono da capela de Pascoal Alves tem centrado a atenção dos porto-novenses, de uma forma geral, muitos dos quais têm utilizado as redes sociais para chamar atenção para a situação da igreja, que, no seu entender, está a correr o risco de desaparecer.

Outras capelas no Porto Novo, incluindo a própria igreja paroquial, estão deterioradas, situação que preocupa, também, a Igreja Católica, que tem apelado às autoridades locais, a empresários e a emigrantes para ajudarem a recuperar as igrejas, neste concelho.

JM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos