Porto Novo: Edilidade e associação garantem emprego a uma centena de famílias no Planalto Norte

Porto Novo, 28 Abr (Inforpress) – Os projectos em curso no Planalto Norte do Porto Novo, através da edilidade e da associação local, empregam, nesta altura, perto de uma centena de chefes de famílias, conforme essas instituições.

Com isso, espera-se amenizar a “situação social difícil” por que passa esse planalto, a enfrentar, pelo segundo ano consecutivo, uma das piores secas jamais vista nessa parcela do território, cujas famílias dependem, basicamente, da pecuária.

Segundo o delegado municipal no Planalto Norte, mais de 60 famílias estão empregadas nessa localidade, no quadro do plano da mitigação da seca da vertente (vertente criação de emprego público), que está a cargo da Câmara Municipal do Porto Novo.

No âmbito do plano, financiado em 36 mil contos, e que se prolonga até Setembro, a edilidade estima criar, mensalmente, 400 postos de trabalho, com a implementação de projectos ligados à requalificação de estradas e limpeza de caminhos vicinais, bem como calcetamentos, despedrega de terrenos agrícolas, entre outras intervenções.

Sob a responsabilidade da associação local, está o projecto de protecção do parque natural de Tope de Coroa, que está a empregar 35 chefes de família, informou o líder associativo, António Lima.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos