Porto Novo: Edil manifesta-se “desolado” com o agravamento da situação de seca no município

Porto Novo: Edil manifesta-se “desolado” com o agravamento da situação de seca no município
Porto Novo, 05 Nov (Inforpress) – O presidente da Câmara do Porto Novo mostrou-se, hoje, “desolado” com o agravamento da seca neste município santantonense e apelou ao Governo “a pôr de pé” um novo programa para socorrer as populações afectadas pelo mau ano agrícola.

“Constatamos, com muita tristeza, a perda total da produção agrícola de sequeiro, situação que nos deixa de coração partido”, avançou Aníbal Fonseca, durante um encontro com a população de Lagoa da Ribeira das Patas, interior do Porto Novo, uma das localidades mais afectadas pela seca que castiga este concelho.

Este ano, choveu apenas em dez por centro (%) do território do município do Porto Novo, precipitações ainda assim insuficientes para permitir alguma produção agrícola, facto que, segundo o edil portonovense, representa “uma responsabilidade acrescida para os poderes públicos” que terão “que encontrar formas de socorrer” as populações vítimas de mais um ano de seca.

“É imprescindível que o Governo adopte, novamente, um plano para ajudar a mitigar o impacto de mais um ano agrícola no Porto Novo, que já no ano passado enfrentou uma dura situação de seca”, sublinhou Aníbal Fonseca, que insistiu na necessidade de “um novo programa” de apoio às populações.

Apesar da “difícil situação”, por que passa este município, o autarca pediu aos portonovenses para não se deixarem “abater” por mais este ano de seca, acreditando que o Governo está “sensibilizado” com a realidade que se vive no Porto Novo.

Já a partir dos princípios de 2019, no quadro do seu programa de investimentos, a câmara do Porto Novo levará a cabo algumas intervenções a nível da habitação, desencravamento das localidades, de entre outras, que darão algum emprego às pessoas, mas, no entender do autarca, será necessário o Governo accionar “um programa específico” para responder aos efeitos da seca, que deixam em situação de venerabilidade mais de meio milhar de famílias em todo o município do Porto Novo.

Aníbal Fonseca falava, esta segunda-feira, num encontro com população de Lagoa da Ribeira das Patas, promovido no quadro da visita que o presidente da Assembleia Nacional está a efectuar a Porto Novo.

Jorge Santos partilha da posição do edil do Porto Novo quanto à necessidade de um novo programa para responder à situação seca em toda a ilha de Santo Antão, esperando que a comunidade internacional volte a apoiar Cabo Verde, neste “ano difícil”.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos