Porto Novo: Edil deposita “grande expectativa” na criação da base logística internacional da CVCV no município

Porto Novo, 09 Mai (Inforpress) – O edil portonovense aguarda com “grande expectativa” a concretização do projecto de criação, neste município, de uma base de logística internacional, para responder a catástrofes naturais, que a Cruz Vermelha de Cabo Verde (CVCV) tem na forja.

Aníbal Fonseca, que falava, quarta-feira, no acto comemorativo do Dia Mundial da Cruz Vermelha, que se realizou no Porto Novo, numa iniciativa dos três centros locais de Santo Antão, explicou que se trata de “um projecto de grande dimensão” que servirá Cabo Verde e a região da África Ocidental.

Para a criação deste centro avançado de logística da CVCV, a edilidade portonovense disponibilizou já “uma parcela de terreno significativa” que, segundo o autarca, constitui “o primeiro passo” com vista à concretização do projecto.

Presente no acto esteve ainda Benvindo Lester, membro do conselho superior da CVCV, que confirmou que esta organização humanitária está, nesta altura, a mobilizar os recursos para a concretização deste “projecto importantíssimo” para Santo Antão e Cabo Verde.

A CVCV pretende, já a partir deste ano, iniciar a montagem da sua base de logística no Norte do arquipélago, que se vai localizar no Porto Novo, um centro de dimensão internacional, que será, numa primeira fase, dimensionada para cobrir as ilhas de Santo Antão e São Vicente.

Para viabilizar essa infra-estrutura, que conta ainda com o apoio da Federação Internacional da Cruz Vermelha, a CVCV firmou, em Janeiro, com a Câmara Municipal do Porto Novo um protocolo de colaboração, no âmbito do qual a edilidade portonovense colocou à disposição dessa organização 16 hectares de terreno.

Santo Antão tem fragilidades, do ponto de vista de protecção civil, que preocupam as autoridades, pelo que a CVCV pretende dotar a ilha de condições e capacidade de resposta, em termos logísticos, às situações de emergência ou de catástrofes naturais.

A CVCV, ainda no quadro da parceria com a câmara do Porto Novo, apoiou a edilidade na recuperação do lar da terceira idade de Berlim, na cidade do Porto Novo, disponibilizando uma verba de dois mil contos.

O acto comemorativo do Dia Internacional da Cruz Vermelha em Santo Antão foi assinalado ainda com homenagens a personalidades que contribuíram para a afirmação desta organização nesta ilha, quais sejam, José Mateus Pinto, Maria Auta Medina, Paulo Glicério e Maria Teresa Oliveira.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos