Porto Novo: Dois cais de pesca, um arrastadouro de botes e conservação do pescado são  projectos em carteira – edilidade

Porto Novo, 14 Nov (Inforpress) – Dois cais de pescas, sendo um na cidade do Porto Novo e outro no Tarrafal, e um arrastadouro de botes em Monte Trigo, são projectos gizados pela edilidade para potenciar as pescas, neste município.

A Câmara Municipal do Porto Novo anunciou os mesmos esta terça-feira, durante a visita ao concelho da presidente do Instituto Nacional de Desenvolvimento de Pescas (INDP), Osvaldina Silva, para se inteirar da situação actual deste sector que a autarquia reputa de “grande relevância” para o desenvolvimento económico local.

Conforme revelou a edilidade, tem previsto para 2019 em parceria com o Governo e com a cooperação descentralizada, investimentos neste domínio à volta de 19 mil contos, visando o  “empoderamento” das pescas no município, onde mais de 300 pessoas vivem directamente da actividade pesqueira.

A autarquia revelou ainda ter mobilizado para Monte Trigo e Tarrafal, junto da cooperação descentralizada, mais de oito mil contos para a ampliação das unidades de produção de gelo em ambas as comunidades, em resposta a uma preocupação dos operadores locais quanto ao reforço das condições de conservação do pescado.

Por sua vez, o Governo garante ter já mobilizado cerca de 200 mil contos para, a partir de Janeiro, levar adiante um projecto integrado de desenvolvimento das pescas nessas duas comunidades.

JM/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos