Porto Novo: Desafios da Ribeira das Patas enquanto vila em debate pelos eleitos municipais

 

Porto Novo, 27 Abr (Inforpress) – Os desafios da Ribeira das Patas enquanto vila constitui um dos principais pontos da agenda da sessão da Assembleia Municipal do Porto Novo, que se inicia, esta sexta-feira, precisamente em Ribeira das Patas, interior deste município.

Nessa sessão, de dois dias, a designação do dia da vila e a criação de comissão paritária para os símbolos heráldicos da Ribeira das Patas são outros assuntos a discutir pelos eleitos municipais.

Ribeira das Patas, que em Junho de 2015 ascendeu à categoria de vila, necessita ainda de várias infra-estruturas, de entre as quais um centro de saúde e um posto policial, defende a Associação para o Desenvolvimento Integrado dessa localidade (ADIRP).

O representante da ADIRP, Arlindo Delgado, entende que a construção do centro de saúde constitui “uma das principais desafios ” que se coloca, neste momento, à vila da Ribeira das Patas, com cerca de três mil habitantes.

Ribeira das Patas dispõe de um posto sanitário, com um enfermeiro, infra-estrutura que, segundo o líder comunitário, não satisfaz, “há muito tempo”, os utentes dessa vila, que desejam um centro de saúde com médico residente.

“Temos um posto de saúde com um enfermeiro que tem feito um bom trabalho, mas Ribeira das Patas já necessita de um centro de saúde”, sublinhou este responsável, acrescentando que o Governo deve pensar na construção de um centro de saúde que possa cobrir ainda Alto Mira, Jorge Luís, Ribeira da Cruz.

A criação de um posto policial (já existe no local um posto de atendimento), a abertura de um balcão de um dos bancos comerciais e construção de um campo de futebol relvado constituem outras revindicações da população da

Ribeira das Patas, que tem estado ainda a pedir a reabertura da estação dos Correios de Cabo Verde (CCV), encerrada em 2013.

O Ministério da Saúde já admitiu a criação, no âmbito da elaboração da nova carta sanitária de Santo Antão, de novos centros de saúde nesta ilha, podendo Ribeira das Patas ser contemplada.

Ribeira das Patas é, também, uma zona com grandes potencialidades agrícolas, que, segundo os agricultores, clama por investimentos, sobretudo a nível da mobilização de água para agricultura, sector que, a seu ver, tem estado em “declínio, nos últimos anos”, nesse vale.

Essa bacia hidrográfica, a maior existente no Porto Novo, está, neste momento, a ser alvo de um estudo de reordenamento, que deverá ficar pronto em Dezembro, o qual vai permitir ao Governo desenvolver projectos e relançar o sector agrícola, nessa zona.

Ribeira das Patas, que, a partir de Outubro vai albergar a Paroquia São João Paulo II, segunda criada no concelho do Porto Novo, aspira ainda ser município ainda na presente Legislatura.

A edilidade portonovense já prometeu criar a condições para que Ribeira das Patas se afirme como “uma verdadeira vila”, estando, neste momento, a trabalhar na elaboração no plano urbanístico dessa urbe.

JM/JMV

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos