Porto Novo conta com mais uma unidade de transformação agro-alimentar

Porto Novo, 22 Mar (Inforpress) – O sector da transformação agro-alimentar está a ganhar forte dinâmica no município do Porto Novo, em Santo Antão, onde já existem várias unidades apostadas nesse tipo de actividade, que ocupa, sobretudo, mulheres.

Além dos centros agro-alimentares em Lajedos (quinta de São João Baptista), Casa de Meio e em Ribeira das Patas (Círio), Porto Novo acaba de ganhar mais uma unidade de transformação agro-alimentar situada na zona industrial deste município, na cidade, instalada por um grupo de privados.

Os promotores explicam que se está perante “uma moderna unidade industrial”, que tem capacidade para transformação agro-alimentar, acondicionamento e engarrafamento do grogue, bem como para produção de ração animal.

Na forja está a instalação de mais um centro de transformação agro-alimentar neste concelho, já financiado pelo Governo, que se vai localizar na zona do Tarrafal de Monte Trigo, num investimento de 18 mil contos.

O delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente no Porto Novo, Joel Bairros, confirmou para “os próximos dias” a assinatura do contrato de execução deste projecto, que se destina, sobretudo, à transformação do inhame com vista à sua exportação.

JM/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos