Porto Novo: Colheita da cana sacarina já decorre – período de industrialização do grogue arranca em Janeiro

Porto Novo, 21 Dez (Inforpress) – A safra de cana sacarina já se iniciou no concelho do Porto Novo, em Santo Antão, informaram hoje os agricultores, que se dizem preparados para arrancar com a industrialização do grogue já em Janeiro.

É o caso dos agricultores no Tarrafal de Monte Trigo, uma das localidades onde há uma das maiores produções do grogue no município do Porto Novo, a colheita de cana de açúcar já está a decorrer, segundo o produtor Analides Évora.

Conforme constatou a Inforpress, em outros vales o “corte de cana” já anda, uma actividade que, nesta altura do ano, emprega “dezenas” de chefes de família, acabando por amenizar o desemprego que afecta este município.

Analides Évora diz que, normalmente, falta mão-de-obra, o que demonstra o impacto desta actividade na redução do desemprego e na economia porto-novense. 

Na Ribeira das Patas, o maior vale agrícola do interior do concelho do Porto Novo, a colheita de cana sacarina acaba por atenuar o desemprego, que afecta, praticamente, toda a população local, segundo o representante da associação para o desenvolvimento integrado desta localidade, Arlindo Delgado.

O período de industrialização do grogue decorre de Janeiro a Junho.

Saliente-se que o grogue produzido no concelho do Porto Novo, que esteve patente, recentemente, numa exposição em França, está a ser exportado desde 2018 para a Europa, através da casa do grogue deste concelho, com cerca de três dezenas de alambiques.

JM/HF

Inforpress/Fim 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos