Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo celebra dia do santo padroeiro condicionado pela pandemia de covid-19  

Porto Novo, 24 Jun (Inforpress) – O concelho do Porto Novo, em Santo Antão, assinala hoje, 24, o dia de São João Baptista, santo padroeiro, feriado municipal, com apenas actividades religiosas (duas missas), celebrações este ano condicionadas pela pandemia do novo coronavírus.

Pela primeira vez, em mais de um século de existência, as festas de São João, no Porto Novo, foram canceladas, tudo por causa da pandemia de covid-19, que priva, assim, os porto-novenses de uma das festas mais aguardadas, todos os anos.

De resto, o surto de covid-19 levou à suspensão, este ano, de todas as festas populares, neste município santantonense.

As festas de São João, que terão começado a ser assinaladas no Porto Novo no século 19, ainda antes da criação da paróquia de São João Baptista, que foi em 1898, e da construção da primeira capela neste concelho, em 1905, limitam-se, este ano, a apenas “duas missas normais”, segundo o programa elaborado pela paróquia local.

A câmara municipal está, também, a levar a cabo um programa de lançamentos e inaugurações de obras para marcar a data, que se prolonga até ao dia 05 de Julho.

A decisão da edilidade porto-novense de cancelar as festas insere-se no âmbito de uma série de medidas que visa a prevenção e o combate à pandemia de covid-19, explicou o edil, Aníbal Fonseca, que exortou os munícipes a marcar o dia de hoje em família, para evitar aglomerações.

As verbas resultantes do cancelamento das festas de São João, declaradas, em 2017, património imaterial nacional, vão ser canalizadas para as famílias mais vulneráveis, que viram as suas vidas afectadas pela pandemia de covid-19, informou ainda a autarquia.

Além das festas de romaria, a câmara do Porto Novo cancelou, também, o festival musical da praia de Curraletes 2020 e outros espectáculos culturais que, geralmente, aglomeram “um número considerável de pessoas”, optando por canalizar as verbas aos mais afectados, neste município.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos