Porto Novo/Casa de Meio: Elevado custo de água para agricultura continua a inquietar agricultores – responsável

Porto Novo, 05 Ago (Inforpress) – O elevado preço da água para agricultura em Casa de Meio, Porto Novo, Santo Antão, continua a inquietar os agricultores, informou hoje a associação de classe, que decidiu investir num novo parque solar para reduzir custos.

O presidente da associação local dos agricultores, Hipólito Lima, explicou à Inforpress que, depois da paralisação, desde os finais de 2021, da central fotovoltaica em Casa Meio, os lavradores estão a arcar com elevados custos na produção de água, já que se viram obrigados a recorrer à energia convencional, a partir da rede pública.

Para atenuar os custos, a Associação dos Agricultores da Casa de Meio tem estado a investir na instalação de novos painéis solares, tendo já investido mais de um milhar e meio de contos.

Esta associação procurou, sem sucesso, parceiros para a renovação da central fotovoltaica, razão pela qual decidiu investir, com recursos próprios, neste equipamento para a produção de água a um custo reduzido.

A Associação dos Agricultores da Casa de Meio prevê até Dezembro normalizar o preço de água para rega nessa localidade, com os investimentos no parque solar local.

O parque fotovoltaico, instalado há oito anos, no âmbito da cooperação portuguesa, permitiu reduzir em 70 por cento (%) o custo de água para rega nesta zona, numa altura em que muitos agricultores estavam a abandonar as suas terras, alegando, precisamente, o elevado custo de água.

JM/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos