Porto Novo: Câmara  anuncia pacote de investimentos  para Monte Trigo em montante que ronda 20 mil contos

Porto Novo, 29 Abr (Inforpress) – Monte Trigo, zona piscatória isolada no interior do Porto Novo, Santo Antão, recebe, ainda este ano, uma pacote projectos, à volta de 20 mil contos, para o reforço da energia eléctrica e impulsionar a pesca local.

A garantia é do presidente da Câmara Municipal do Porto Novo, Aníbal Fonseca, que esteve, domingo, em Monte Trigo, para a entregar à comunidade uma unidade de saúde e um centro multi-uso, infra-estruturas construídas de raiz pela autarquia para permitir, avançou,”mais e melhor saúde” e  “conectividade dos jovens com o mundo”.

Segundo o autarca, existe um projecto, já com financiamento garantido, que vai melhorar a conservação do pescado nessa zona, graças à instalação de uma central solar fotovoltaica de 15 kilowatt na casa de gelo e de duas máquinas de gelo com capacidade para 500 quilos/dia (250 quilos/cada).

Com este projecto, que tem a parceria do Governo, GEF/SGP, câmara municipal e da associação de desenvolvimento local, a casa de gelo vai poder duplicar a sua produção, contribuindo, assim, para “impulsionar” a actividade pesqueira e outras actividades económicas em Monte Trigo, avançou o edil.

A criação de infra-estruturas de apoio (arrastadouro) e apoios directos aos pescadores com materiais e equipamentos de pesca, além da reparação de embarcações  são outras acções previstas para Monte Trigo, com cerca de 300 habitantes.

O outro projecto que será implementado, “dentro de pouco tempo”, em Monte Trigo,  segundo Aníbal Fonseca, é a recuperação da central solar fotovoltaica local, instalada em 2012, que enfrenta, nos últimos tempos, “uma situação crítica” com o aproximar do fim da vida útil das baterias.

A central fotovoltaica de Monte Trigo, que foi a  primeira aldeia em Cabo Verde, electrificada a  100 por cento (%) com   energias limpas (energia solar), tem estado, nos últimos meses, a funcionar “a meio gás”, situação que será ultrapassa, ainda em 2019, com a substituição das baterias.

Em perspectiva encontra-se ainda a construção do muro de protecção da orla marítima e de uma praceta nesse povoado encravado no interior do concelho do Porto Novo.

JM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos