Porto Novo: Associação de criadores de gado congratula-se com continuidade do programa de mitigação da seca neste concelho 

Porto Novo, 17 Out (Inforpress) – A Associação dos Criadores de Gado no Porto Novo congratula-se com a decisão do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) em estender, por mais algum tempo, o programa de mitigação da seca e salvamento do gado, neste município.

Conforme o representante desta associação, Romeu Rodrigues, os criadores de gado ficaram “aliviados” com o facto do MAA ter decidido alargar, até finais de Outubro, o prazo para o término do plano de mitigação da seca e salvamento do gado de 2019, que deveria concluir-se em Setembro.

“Ficamos, de facto satisfeitos, porque há muitos criadores que estão a passar por dificuldades, embora a situação esteja este ano melhor do que em 2018”, sublinhou este responsável, que exorta o Governo a continuar com as acções de apoio à classe, neste concelho, que enfrenta o terceiro ano de seca consecutivo.

Porém, muitos criadores admitem que, “dentro de algum tempo”, terão “dificuldades” para manter o gado, mesmo continuando, por mais algum, com plano de mitigação dos efeitos da seca, que consiste na bonificação da compra de ração em 20 por cento (%), por cada saco.

Os criadores Guilherme Cruz e Domingos Delgado, no Planalto Norte, entendem que “o Governo devia era criar emprego para as famílias para que elas pudessem ter rendimentos e comprar ração para os seus animais.

A seu ver, a contribuição do Governo em 20% por cada saco de ração “não ajuda tanto assim”, como se pretende fazer crer”.

A câmara do Porto Novo tem estado a apoiar os criadores no transporte de ração e na disponibilidade de água auto-transportada para o gado.

O município do Porto Novo, um dos mais afectados pelas estiagens em Cabo Verde, foi contemplado nesses anos de seca com 116 mil contos para execução de projectos e acções visando a mitigação dos efeitos da seca e do mau ano agrícola, devendo, também, em 2020, ser atendido com 37 mil contos.

Também, com vista a “atenuar” os efeitos de mais uma seca, a câmara do Porto Novo anuncia a criação, no quadro do seu orçamento para 2020, de um fundo de apoio aos criadores e agricultores.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos