Porto Novo: APN sem condições operacionais para produzir água potável e abastecimento sem previsão de retoma – autarquia

Porto Novo, 12 Set (Inforpress) – A empresa Água do Porto Novo (APN) continua sem “condições operacionais” para produzir água potável, situação que está a afectar, pelo menos, dez mil pessoas, cujo abastecimento de água depende da unidade dessalinizadora a cargo desta empresa.

Em comunicado, a Câmara Municipal do Porto Novo, através do serviço autónomo de água, explicou que a situação se deve ao facto de as últimas chuvas ocorridas sábado, 10, terem provocado “uma nova inundação” à APN, causando “avarias nas máquinas de captação e produção de água dessalinizada”.

Por isso, a APN “não tem condições operacionais de produzir água potável e não dispõe de stock para o abastecimento”, avançou a mesma fonte, informando que “a distribuição de água potável através da rede pública de abastecimento à cidade do Porto Novo e auto-transportada se encontra interrompida e ainda sem previsão de retoma”.

Porém, a edilidade disse acreditar que “nos próximos dias” a situação poderá ficar normalizada, apelando aos clientes e aos consumidores “para o uso racional da água”.

Entretanto, para situações de emergência, o serviço autónomo está a recorrer à água de furo.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos