Porto Novo/Agricultura Urbana: Famílias em Lajedinho começam “próxima semana” a lançar sementes às parcelas

Porto Novo, 18 Jul (Inforpress) – As famílias beneficiárias do projecto hidro-agrícola de Lajedinho, na cidade do Porto Novo, Santo Antão, têm já pronto as parcelas e ultimam a instalação da rega gota-a-gota, prevendo, para “próxima semana” o lançamento das primeiras sementes.

A associação de agricultores “os Verdes”, que gere o projecto, financiado pelo Governo no quadro do Poser (Programa de promoção das actividades socio-económicas rurais) e do programa de mitigação dos efeitos da seca, encara, com “grande expectativa” o arranque da actividade agrícola em Lajedinho, projecto que beneficia 20 famílias.

O líder desta associação, Osvaldo Santos, referiu-se ao “entusiasmo” dessas famílias que, “dentro de dias”, vão poder iniciar as primeiras plantações, prevendo-se, ainda este ano, obter as primeiras colheitas.

O projecto, estimado em 13 mil contos, consiste na reparação de quatro hectares de terrenos, doados pela câmara do Porto Novo, além de recuperação e equipamento de um furo, com sistema fotovoltaico, e instalação de sistema de rega gota-a-gota.

Trata-se da segunda projecção, ligada à agricultura urbana, que está a ser desenvolvida na cintura da cidade do Porto Novo, onde a edilidade local diz ter reservado cerca de 30 hectares para a promoção da agricultura urbana e periurbana.

Para já, são sete hectares de terrenos (três em Ribeira Corujinha e quatro em Lajedinho) já disponibilizados pelo município para esse tipo de actividade, abarcando 40 famílias.

Em Ribeira Corujinha, as famílias já estão a produzir, apesar do problema das pragas, que afectam culturas como tomate e pimentão.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos