Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo: Agricultores voltam a insistir na mobilização de agua para agricultura

Porto Novo, 18 Set (Inforpress) – Os agricultores dos diferentes vales agrícolas do Porto Novo defenderam hoje a aposta na mobilização de água subterrânea para a agricultura, numa altura em que paira o espectro de mais um ano de seca, neste concelho.

Em Alto Mira, face à escassez de água no terceiro povoado e na localidade de Faial, a associação local dos agricultores insistiu na necessidade de se avançar com a execução de um furo para suprir a carência de água nessas zonas, receando que as mesmas se transformem, “a médio prazo”, em zonas de sequeiro.

O líder desta associação, Idarlino Fortes, lembrou que, já há mais de ano, que os agricultores enviaram um abaixo-assinado ao Ministério da Agricultura e Ambiente a pedir a execução de um furo mas, até agora, não receberam qualquer reacção deste departamento governamental.

Em Chã de Norte, o representante dos lavradores, Ivanildo Dias, disse entender que se deve pensar na abertura de mais um furo nesse vale, onde o único furo já não consegue atender às necessidades dos 70 agricultores.

Na Ribeira das Patas, o mais extenso vale agrícola do concelho do Porto Novo, os agricultores locais têm vindo a pedir, nos últimos anos, a prospecção de águas subterrâneas, já que as nascentes já não conseguem produzir água suficiente para atender à demanda.

O representante dos lavradores, Arlindo Delgado, disse que a carência de água para rega tem sido “o principal responsável pelo declínio” da actividade agrícola na Ribeira das Patas.

No quadro do projecto de ordenamento desta bacia hidrográfica, prevê-se, numa primeira fase, a execução de um furo na sub-bacia de Lagoa/Catano.

JM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos