Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo: Agricultores “esperançados” no projecto de mobilização de água anunciado pelo Governo

Porto Novo, 09 Jun (Inforpress) – Os agricultores no concelho do Porto Novo manifestaram-se esperançados no projecto de mobilização de água para rega, lançado pelo Governo, esta terça-feira, que incide na massificação da dessalinização e reutilização de águas residuais.

Henrique da Luz, porta-voz dos agricultores, diz que se trata de um projecto aguardado “com alguma expectativa” que vai ser “muito bom” para impulsionar a agricultura no Porto Novo, um dos concelhos contemplados, numa altura em que os lavradores têm estado a pedir a mobilização de água para a agricultura.

Porto Novo dispõe de 20 sistemas de produção de água para agricultura (19 furos e uma nascente) que permitem mobilizar, diariamente, 2.435 metros públicos de água para irrigar mais de 80 hectares de terrenos.

Apesar dos investimentos realizados neste município na mobilização de água, sobretudo na prospecção, os agricultores consideram que o concelho precisa continuar a investir neste domínio, razão pela qual estão “esperançados” neste projecto, lançado pelo Governo, com financiamento da Hungria.

“Já foi feito muito na mobilização de água, mas há ainda escassez, pelo que este projecto vai ser muito bom para Porto Novo”, avançou Henrique da Luz.   

O Ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, confirmou que Porto Novo é um dos municípios abrangidos pelo projecto, que incidirá na reutilização de águas residuais e na dessalinização.

É que este município santantonense vai ser contemplado, no quadro do projecto de água e saneamento de Santo Antão, já na fase de execução, com uma estação de tratamento de águas residuais, que serão reutilizadas na agricultura.

Este projecto de mobilização de água para agricultura é financiado em 35 milhões de euros (3.8 milhões de contos) pela Hungria, segundo o acordo de empréstimo assinado entre a Empresa Água de Rega e o Eximbank da Hungria.

O primeiro-ministro, através da sua página no facebook, garantiu que o Governo está “fortemente empenhado em transformar este projecto num caso de sucesso”.

“É um desafio para ganhar: pelos nossos agricultores, criadores e pelas famílias que vivem da agricultura e no meio rural”, sublinha o chefe do Governo.

JM/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos