Porto Novo: Agricultores tentam refazer-se dos danos registados com a paralisação da actividade agrícola

Porto Novo, 01 Ago (Inforpress) – Os agricultores do perímetro agrícola de Chã de Mato/Ponte Sul, Porto Novo, Santo Antão, tentam, nesta altura, refazer-se dos danos registados entre os meses de Junho e Julho, altura em que ficaram privados de água para rega.

A associação local dos agricultores informou que a actividade agrícola neste perímetro esteve paralisada durante “semanas”, devido à uma avaria no sistema de bombagem de água do furo local, com os lavradores a registarem “muitos prejuízos”, mas que estão, neste momento, a retomar a sua actividade com normalidade, refazendo-se dos danos.

A agricultura neste perímetro, ainda livre da praga dos mil pés, está agora, avançou esta associação, a dar sinais de retoma, graças ao investimento que acaba de ser feito pelo Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) na remodelação de todo o sistema de bombagem de água e da rede de adução.

Com as intervenções feitas no sistema de bombagem do furo, os agricultores passaram a ter maior disponibilidade de água, confirmaram os serviços do MAA no Porto Novo, que perspectivam “melhores dias” para este perímetro agrícola, que vai ser alargada com a instalação de mais 22 parcelas.

O delegado do MAA no Porto Novo, Joel Barros, disse à Inforpress que foram instalados em Chã de Mato/Ponte Sul novos equipamentos no furo local, foi reposta a rede de adução e reforçado o parque solar, num investimento que permite “explorar todo o potencial” deste mesmo furo, com capacidade à volta dos 200 metros cúbicos/dia.
JM/JMV
Inforpress/Fim
.

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos