Porto Novo: Agricultores em Chã de Branquinho investem na expansão das unidades de produção da aguardente

Porto Novo, 10 Nov (Inforpress) – Os agricultores no vale agrícola de Chã de Branquinho, Porto Novo, em Santo Antão, estão a investir na expansão das suas unidades de produção da aguardente, graças à estrada de acesso.

A Inforpress constatou no local que graças à estrada de ligação a essa localidade de grande potencial agrícola, muitos agricultores estão a expandir a sua actividade, apostando, sobretudo, no reforço da produção da aguardente.

Da mesma forma, os comerciantes estão a investir na sua actividade, enquanto os moradores estão a melhorar as suas habitações.

A associação de desenvolvimento local enaltece este facto e disse acreditar que os próprios emigrantes naturais de Chã de Branquinho pensam investir na sua localidade, com a conclusão da estrada de acesso.

Mesmo sem a conclusão das obras (calcetamento e outras) as viaturas já conseguem chegar à Chã de Branquinho, zona agrícola e turística, cuja população reclama ainda melhores condições a nível do abastecimento de água.

A estrada, segundo o Governo, vai permitir ainda aumentar a disponibilidade de água para a agricultura, já que vai possibilitar o transporte ao local das maquinarias que serão utilizadas na recuperação da barragem subterrânea de Chã de Branquinho, inoperante desde 2016.

Hoje, de visita a essa zona, o vereador da edilidade porto-novense que responde pelo pelouro do desenvolvimento económico, Valter Silva, disse ter constatado que, efectivamente, a estrada de desencravamento de Chã de Branquinho já está a ter impacto no desenvolvimento desse vale.

“Pude constatar hoje em Chã Branquinho que a população já está tirando benefícios da sua estrada de desencravamento, com investimentos na melhoria das habilitações, comércio e na expansão de unidades de produção de aguardente”, disse o autarca.

Trata-se, avançou, de “um grande investimento do Governo de Cabo Verde para levar felicidades às pessoas” de Chã de Branquinho.

A estrada nacional Ribeira da Cruz -Chã de Branquinho tem 4,3 km de extensão e foi financiada pelo Governo em 225 milhões de escudos.

A obra se enquadra num programa de construção de estradas de desencravamento das localidades em Santo Antão com potencial economico, designadamente a nível da agricultura, pecuária, comércio e do turismo.

JM/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos