Porto Novo: 4.000 pintos distribuídos a 220 famílias no âmbito do projecto de transformação agro-alimentar

 

Porto Novo, 08 Jul (Inforpress) – Duzentas e vinte famílias em Ribeira da Cruz, Chã de Norte e Martiene, no Porto Novo (ilha de Santo Antão) foram contempladas, esta sexta-feira, com pintos no âmbito do projecto de transformação agro-alimentar, que abrange estas três comunidades agrícolas.

O projecto de transformação agro-alimentar, que está a cargo da Associação dos Agricultores da Ribeira da Cruz, consiste ainda na instalação de uma unidade de transformação, embalagem e comercialização dos produtos agrícolas e formação em agro-ecologia aos lavradores.

Vanderley Rocha, representante dessa associação, explicou que a distribuição dos pintos a todas as famílias da Ribeira da Cruz, Chã de Norte e Martiene se deve à uma parceria com a Sociave, (Sociedade Industrial Produtos Avícolas), com sede em São Vicente, e com o Ministério da agricultura e Ambiente (MAA).

A distribuição dos quatro mil pintos (em Fevereiro, a Sociave havia contemplado 600 famílias no Porto Novo com pintos) vai possibilitar às 220 famílias apostarem na criação e, posteriormente, na produção de frangos e ovos com vista ao reforço do seu orçamento familiar.

O projecto agro-alimentar, que ultrapassa os 80 mil dólares, montante co-financiado GEF (Fundo do Ambiente), incidirá, numa primeira fase, no tratamento, embalagem e comercialização dos produtos agrícolas da Ribeira da Cruz, Chã de Norte e Martiene.

Numa segunda fase, o projecto abarcará a componente transformação dos produtos agro-pecuários e engarrafamento do grogue.

É também intenção dos agricultores apostarem, num futuro próximo, na criação de uma cooperativa agro-pecuária.

Além de GEF, o projecto tem ainda o apoio do MAA, da Agência do Desenvolvimento Empresarial e Inovação (ADEI) e da Câmara Municipal do Porto Novo.

Na implementação do projecto, os agricultores têm também a parceria do SARAI, uma organização não-governamental espanhola, que actua em Cabo Verde desde 2009, na promoção do sector alimentar e produção agro-ecológica.

JM/FP

Inforpress/fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos