Porto Novo: 2020 foi um ano importante a nível de disponibilidade de energia eléctrica para Monte Trigo – associação

Porto Novo,  05 Dez (Inforpress) – O ano de 2020, que está prestes a terminar, foi “muito importante” para Monte Trigo, no município do Porto Novo, a nível de disponibilidade de energia eléctrica, graças a investimentos realizados à volta de 16 mil contos.

A conclusão é da Agripesca, a associação comunitária do Monte Trigo, que realça o facto de, neste ano, ter sido operacionalizado a casa do gelo, que funciona com recurso à energia solar, a partir de uma central solar autónoma de 14,85 kWp de potência, num investimento de cerca de oito mil contos.

O outro facto destacado por esta associação, tem que ver com o reforço da central fotovoltaica dessa localidade com novas baterias, investimento de cerca de oito mil contos que permitiu a Monte Trigo recuperar o seu estatuto de “aldeia 100% renovável”.

Esses investimentos contaram com o apoio do Governo, através dos ministérios da Energia e do Turismo, do GEF (Programa das Pequenas Subvenções do Fundo Mundial para o Meio Ambiente), da câmara do Porto Novo e da empresa Águas da Ponta Preta.

Monte Trigo, graças ao reforço da central fotovoltaica, com potência instalada de 39,3 KWp, passou novamente, a partir de Outubro, a ter electricidade durante 24 horas por dia, depois de vários meses a enfrentar constrangimentos, a esse nível.

Os investimentos feitos nas energias limpas em Monte Trigo, a primeira comunidade, em Cabo Verde, a usufruir de um serviço eléctrico 100 por cento (%) renovável, foi destaque também na revista ALER (Portugal), que realça ainda o facto de essa aldeia piscatória dispor de duas centrais solares fotovoltaicas, com uma potência instalada que ultrapassa os 54 kWp.

JM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos