Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Porto Novo: 15ª edição da feira agro-pecuária de Santo Antão aberta com mais de 50 expositores

Porto Novo, 15 Jun (Inforpress) – A décima quinta edição da feira agro-pecuária de Santo Antão (Fepasa) foi aberta, sexta-feira, na cidade do Porto Novo, com a presença de mais de 50 expositores, segundo a organização deste certame, enquadrado nas festas de São João.

O acto de abertura da feira, a mais antiga que se realiza em Cabo Verde, foi feita pelo secretário e Estado da Educação, Amadeu Cruz, que se referiu à importância desta exposição, que, a seu ver, constitui, “uma oportunidade de divulgação e de promoção da produção agro-pecuária e do artesanato” de Santo Antão.

Amadeu Cruz destacou “os avanços” que se têm conseguido no sector agrícola no Porto Novo que, apesar de ser um concelho árido, com problemas de água para a irrigação, está a assumir-se, cada vez mais, como um grande produtor, a nível nacional, de muitos produtos, como o inhame, a manga, a batata comum, a cenoura, o tomate, entre outros produtos.

A realização da Fepasa, há 15 anos seguidos, por altura das festividades do santo padroeiro,  testemunha, segundo o governante, “o grande avanço” registado a nível da produção agrícola e pecuária no Porto Novo, com o queijo e o grogue a figurarem-se entre os produtos de maior destaque.

Destacou ainda “a tenacidade e resiliência” dos criadores de gado neste município que, apesar da seca dos últimos dois anos, “não desistem da sua actividade”, produzindo o afamado queijo que, ao lado do grogue, é já considerado “uma referência mundial”.

O edil do Porto Novo, Aníbal Fonseca, disse que a Fepasa, com duração de três dias, marca a chegada, “de forma mais forte”, das festividades de São João neste concelho, além de “promover oportunidades de negocio e dinamizar a economia” local.

Os produtores agrícolas, criadores de gado e artesãos enaltecem a importância dessa feira, visitada por “milhares de pessoas”, na promoção dos produtos agrícolas e pecuários, mas também do artesanato “made in” Santo Antão, defendendo, por isso, a realização de eventos dessa natureza, com maior frequência.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos