Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Polícia Judiciária investiga três homicídios ocorridos na época festiva

 

Cidade da Praia, 04 Jan (Inforpress) – A Polícia Judiciária (PJ) informou, em nota de imprensa, estar a investigar três homicídios ocorridos durante a época festiva do Natal e Fim de Ano, nas ilhas do Sal e de São Vicente.

Segundo um comunicado da PJ, no dia 25 de Dezembro, foi encontrado morto um indivíduo do sexo masculino na localidade de Igrejinha, em Santa Maria, na Ilha do Sal.

O jovem, de 21 anos, era natural da ilha de Santiago, residente em Espargos e, segundo o exame de autópsia realizado pelo médico-legista Ledo Pontes, o malogrado foi agredido por uma arma branca.

Em São Vicente, indica a fonte, na madrugada do dia 24 de Dezembro de 2017, um indivíduo de nacionalidade nigeriana, foi assassinado à facada, na zona de Chã de Alecrim, na sequência de um desentendimento com um compatriota.

No dia seguinte, o suspeito foi detido e entregue ao Ministério Público, tendo lhe sido aplicado como medida de coação a prisão preventiva.

Ainda em São Vicente, um jovem do sexo masculino foi morto na madrugada do dia 01 de Janeiro, por um outro jovem, no centro da cidade do Mindelo, na sequência de uma confusão entre grupos rivais.

Após identificar o suspeito, a Polícia Judiciária, de acordo com o comunicado, solicitou ao Ministério Público um mandado de detenção fora de flagrante delito ao indivíduo que, após a sua detenção, foi apresentado ao Ministério Público, na terça-feira, 02, para efeito de legalização da prisão e aplicação da medida de coação.

Na Cidade da Praia, no dia 02 de Janeiro, foi encontrado na zona do Palmarejo, o corpo de um indivíduo do sexo masculino, que mais tarde foi identificado como Tunga Né, estilista angolano, residente em Cabo Verde.

A Polícia Judiciária realizou a inspecção ao local e subsequente levantamento do cadáver, que posteriormente foi submetido a autópsia, que confirmou morte por acidente, informou a mesma fonte.

“Conforme a médica-legista, Tunga Né terá sofrido um politrauma/traumatismo crânio-encefálico, fractura do fémur direito, fractura do punho direito e fractura da mão direita, resultante de uma queda acidental”, lê-se no comunicado da PJ.

AM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos