Polícia Judiciária apela à colaboração de quem tenha informações sobre o caso que vitimou Óscar Santos

Cidade da Praia, 29 Jul (Inforpress) – A Polícia Judiciária (PJ) apelou à colaboração de quem tiver alguma Informação, o “mais insignificante que possa parecer”, relativamente ao caso em que o presidente da câmara da Praia foi baleado na manhã de hoje.

Conforme o gabinete de Comunicação daquela polícia científica, a PJ confirma o atentado contra o presidente da Câmara Municipal da Praia, Óscar Santos, ocorrido por volta das 05:30 desta segunda-feira, 29, à porta do ginásio que frequenta, na localidade do Palmarejo Baixo, na Praia.

A PJ informou ainda que o caso está a ser investigado por esta polícia e apelou a “quem tiver alguma informação relativamente ao mesmo, por mais insignificante que possa parecer, que entre em contacto através do número grátis 134”.

À Inforpress, fonte familiar do presidente da Câmara Municipal da Praia disse que se encontra estável, mas sob cuidados médicos.

De acordo com o mesmo informante, o projéctil atingiu o braço direito de Óscar Santos que, entretanto, continua sob cuidados médicos no Hospital Agostinho Neto, cidade da Praia, mas com um quadro clínico estável.

O Governo, por sua vez, repudiou o atentado contra Óscar Santos. Segundo o ministro de Estado, Fernando Elísio Freire, o Executivo considerou este acto de “ignóbil” que nada representa a imagem de Cabo Verde, que é um país onde a paz, social prevalece.

“Apelamos à serenidade de todos pois a estabilidade social é o maior activo do país, a proteger e cuidar”, acrescentou a mesma fonte.

O Governo assegurou que as autoridades estão a levar a cabo todos os trâmites para capturar rapidamente os autores deste acto.

Deixou igualmente uma palavra de solidariedade ao edil praiense e à sua família desejando rápidas melhoras.

GSF/ZS

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos