PM guineense quer ver reactivado princípio “Guiné e Cabo Verde, dois corpos um coração”

Bissau, 10 Mai (Inforpress) – O primeiro-ministro guineense, Nuno Nabiam, afirmou segunda-feira que quer ver reactivado o princípio do passado que preconiza “Guiné e Cabo Verde, dois corpos um coração”, ao referir-se à intenção dos dois países de avançarem com projetos de cooperação.

Em declarações a jornalistas, ladeado do primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Coreia e Silva, que se encontra em visita de trabalho à Guiné-Bissau, Nuno Nabiam defendeu que os dois países estão a dar sinais de pretenderem retomar “os velhos tempos” e ainda relançar a cooperação.

Nabiam destacou que os primeiros-ministros rubricaram hoje “três importantes acordos”, nomeadamente nos domínios da diplomacia, ensino superior e novas tecnologias.

O primeiro-ministro guineense destacou também que o seu país tem potencial nos domínios da agricultura e pesca, daí que tem capacidade para produzir e exportar aqueles produtos para Cabo Verde, país que disse estar “num outro nível de desenvolvimento” nas áreas do ensino superior, pesca e energias renováveis.

O chefe do Governo de Cabo Verde enfatizou o facto de os dois países terem “laços de história, de sangue e de cultura forjados ao longo de séculos” para sublinhar que existem oportunidades para avançar com projetos de cooperação.

Ulisses Correia e Silva destacou a possibilidade de os países cooperarem na área do ensino superior, nomeadamente através de intercambio académico, científico e de investigação entre docentes e estudantes, no domínio da economia digital e energias renováveis.

O governante cabo-verdiano adiantou que brevemente a companhia aérea BestFly poderá começar a voar para a Guiné-Bissau, a partir da Praia, podendo também efetuar ligações para Portugal.

Ulisses Correia e Silva admitiu igualmente a possibilidade de haver uma ligação marítima entre Cabo Verde e a Guiné-Bissau para o transporte de produtos guineenses do mar, frutas e horticultura para abastecer o setor do turismo cabo-verdiano.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos