PM diz que reforço de unidade de testes da covid-19 coloca Cabo Verde na posição de País seguro a nível sanitário

Cidade da Praia, 08 Dez (Inforpress) – O primeiro-ministro considerou hoje o investimento e a parceria com a Inphrama para a edificação de uma unidade de testes da covid-19 como um contributo para posicionar Cabo Verde como um País seguro do ponto de vista sanitário.

Ulisses Correia e Silva, em declarações à imprensa, após ter presidido a inauguração da nova Unidade PCR do laboratório INLB/INPHARMA, que contou também com a presença do presidente do conselho de administração da Inpharma e o ministro da Saúde, disse que se trata de mais um investimento, em colaboração, que se realiza em prol da saúde dos cabo-verdianos e em prol da economia do País.

“Aliás, há poucos dias saiu informações de que Cabo Verde é um dos países mais seguros no mundo para o turismo, pelo que queremos reforçar essa segurança de ponto de vista sanitária, não só para a nossa população, mas também para que a economia possa ser relançada e retomada”, reforçou o chefe do Executivo.

O primeiro-ministro, que realçou a importância, nesta fase da covid-19, de haver reforço dos meios de respostas aos testes PCR, afirmou que o objectivo é dotar o País de “maior capacidade de testagem, com qualidade, viabilidade e maior rapidez”.

Ulisses Correia e Silva, que agradeceu “a pronta resposta” dos laboratórios da Inpharma e INLB, num processo iniciado há pouco meses, realçou, por outro lado, que Governo criou todas as condições para que este investimento fosse realidade, e informou que o projecto não vai parar e que vai continuar enquanto continuar a situação de pandemia.

“O laboratório vai começar a funcionar já amanhã (…) é mais do que um negócio, mas um compromisso para com o país”, ajuntou, sublinhando, por outro lado, que o plano de vacinação para o País vai ser apresentado brevemente.

Com isso, acrescentou, Cabo Verde vai recuperar o tempo e relançar a economia, visto que a covid-19 foi “mais do que um problema de saúde, tendo afectado a economia, o emprego, o rendimento e a vida social”.

Em declarações à imprensa, o chefe do Governo informou ainda que o gabinete de crise irá reunir-se esta tarde para decidir sobre orientações específicas para a época festiva, acentuando que não irá haver mais restrições do que já existe.

“Não vai ser possível as festas do Natal e fim do ano como se fazia, o vírus ainda circula, pelo que devemos todos a respeitar as normas para que não haja aumento de casos no mês de Dezembro”, alertou.

Neste âmbito, reafirmou que o País está “fortemente engajado” em relançar a vida para que o ano 2021 seja diferente.

Para o presidente do conselho de administração do Laboratório da Inpharma, Joaquim Coimbra, a abertura da Unidade PCR do laboratório INLB/Inpharma constitui mais um empreendimento enquadrado nas linhas estratégias da empresa, para o reforçar da autonomia do País no sector da saúde e na capitação de tecnologias e valorização dos recursos humanos nacionais.

“Num combate desigual de toda a humanidade sobre um vírus que não conhece vítimas nem fronteiras, a Inpharma disponibilizou-se para dar o seu contributo no reforço de capacidade de respostas do país a necessidade de testar o Sars-CoV-2 e colaborar com o Ministério da Saúde na prevenção, contenção em mitigação deste vírus”, indicou.

Conforme Joaquim Coimbra, a unidade hoje inaugurada está equipada e capacitada para elaboração de testes laboratoriais de despiste para a covid-19 e respeita um protocolo celebrado entre o ministério os laboratórios Inpharma, a 06 de Outubro.

Ainda segundo aquele responsável com o reforço tecnológico o INLB reafirma a sua importância estratégica no País, “enquanto laboratório de qualidade certificado com competência reconhecidas internacionalmente”, alargadas a biologia molecular.

“A Inpharam e Cabo Verde ficam a partir de hoje mais autónomos com este empreendimento”, concluiu.

PC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos