Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

PJ está motivada e em condições de melhorar sua actuação no combate à criminalidade – director

Cidade da Praia, 19 Out (Inforpress) – O director da Polícia Judiciária (PJ) afirmou hoje, na Cidade da Praia, que a instituição está motivada e em condições de melhorar a sua actuação quer ao nível da prevenção quer ao nível de investigação criminal.

António Sebastião Sousa fez estas declarações durante a audição parlamentar pela 1ª Comissão, no âmbito da preparação do debate sobre a situação da Justiça em Cabo Verde, agendado para a segunda sessão plenária de Outubro, tendo salientado, entretanto, que há desafios a serem ultrapassados.

Para atingir esse desiderato, o responsável fez saber que a PJ tem apostado no recrutamento de novos funcionários e na melhoria de condições de trabalho dos colaboradores da instituição.

“Hoje temos uma instituição com melhores condições, os trabalhadores estão mais motivados, estamos a recrutar mais inspectores e seguranças. Nesses dois anos, conquistamos ganhos que são visíveis, mas ainda temos desafios a serem ultrapassados”, afirmou.

António Sebastião Sousa disse que a PJ está esperançada que até ao final do ano, será possível a realização de testes de DNA por ser um compromisso que assumiu e que estão ansiosos para poderem dar esta resposta aos cabo-verdianos nessa matéria.

Salientou que este passo será “muito importante”, tendo em conta a quantidade dos processos de paternidade que estão por resolver.

Entretanto, lamentou que a morosidade no concerne a actuação da PJ quando se regista um crime ou uma denuncia, isto porque, ajuntou, com a alteração do Código do Processo Penal, em 2004, a PJ deixou de ter competências de proceder com as diligências, cabendo esta parte ao Ministério Público.

“A PJ tinha competência de ouvir e constituir arguidos e as testemunhas até que a denuncia queixa fosse remetida ao Ministério Público que actua, e, se entender, devolve a PJ para investigação. Esse lapso temporal demora às vezes mais de seis meses”, lamentou, apontando a prática de roubo e furtos como crimes mais frequentes que registou na Cidade da Praia, cerca de 18 mil denúncias em 2017.

Neste sentido, defende que seja feita a alteração do código penal permitindo que a PJ dialogue com conhecimento da ocorrência, ou que os procedimentos fossem feitos através do sistema de tramitação electrónica.

Segundo António Sebastião Sousa, neste momento, a polícia científica cabo-verdiana tem cerca 9.472 processos em que a maior parte tem a ver com crimes a patrimónios, cuja identidade dos criminosos na maioria dos casos é desconhecida.

No que concerne a efectivação do laboratório forense, o director da PJ disse que a instituição está a fazer todos dos esforços para que a realização de testes de DNA seja realidade até ao final deste ano.

Igualmente, fez saber que a PJ está a trabalhar visando a criação de departamentos de investigação criminal na ilha da Boa Vista e em Santiago Norte, para reforçar o papel e a actuação da instituição na prevenção e combate a criminalidade nas suas diversas vertentes.

Por seu lado, a presidente da Comissão Especializada de Assuntos Constitucionais, Direitos Humanos, Segurança e Reforma do Estado, Joana Rosa, disse que a preocupação da 1ª Comissão tem a ver com articulação do sistema ente a PJ e o Ministério Público.

“Ouvimos as duas partes e cada um tem uma perspectiva diferente relativamente a actuação nas investigações. O Ministério Público defende que a questão da delegação de competências não tem reflexos na morosidade da intervenção da PJ ou Polícia Nacional, entretanto essas duas instituições disseram que esta morosidade tem dificultado a sua intervenção”, explicou, sublinhando que serão analisados, no Parlamento, os aspectos, de modo a garantir uma rápida intervenção da PJ, Polícia Nacional e dos tribunais.

CM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos