Pintura: Pedro Gregório expõe “Ressonâncias e Flutuações no Oceano da Memória” na Cidade da Praia

Cidade da Praia, 26 Abr (Inforpress) – “Ressonâncias e Flutuações no Oceano da Memória” é título da exposição de pintura do arquitecto cabo-verdiano Pedro Gregório, que nesses últimos anos tem enveredado para a pintura, patente no Palácio da Cultura Ildo Lobo, na Cidade da Praia.

Em declarações à imprensa, o pintor disse que os quadros expostos vêm de há três anos e que ultimamente é que tem vindo a explorar as possibilidades das cores, lembrando que a sua experiência como pintor foi no suplemento cultura do Boletim de Cabo Verde, juntamente com Gabriel Mariano, Carlos Alberto Leite, entre outros.

O artista plástico explicou que esta exposição de 24 quadros e que vai permanecer até o próximo dia 27 de Maio, são “coisas que guarda no silêncio” e colocadas por fora como uma forma de “libertar de determinados pesadelos”.

“Sou eu mesmo representado nesses quadros, diversas situações que aparecem quando estou em silêncio, porque as coisas se criam, normalmente, quando se está em silêncio”, frisou Pedro Gregório.

Questionado o porquê da predominância das mulheres nos seus quadros Pedro Gregório revelou que se trata de uma homenagem, defendendo que em qualquer circunstância da vida a mulher é o centro, uma vez que conforme justificou, a mulher é o autor da vida.

Esta exposição foi apresentada pela primeira vez em Maio do ano passado no Centro Cultural de Mindelo, em São Vicente, e marcou a estreia de Pedro Gregário na pintura com 85 anos.

OM/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos