Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Pentágono desbloqueia 3,6 mil milhões de dólares para muro na fronteira mexicana

Washington, 04 Set 2019 (Inforpress) – O Pentágono anunciou na terça-feira ter desbloqueado 3,6 mil milhões de dólares (3,2 mil milhões de euros) para a construção de 280 quilómetros de muro na fronteira com o México, a pedido do Presidente Donald Trump.

Para desbloquear estes fundos, o Ministério da Defesa norte-americano decidiu “adiar” 127 projectos de construção e de modernização de instalações militares nos Estados Unidos e no estrangeiro previstos no seu orçamento de 2019, indicou à imprensa um porta-voz do Pentágono, Jonathan Hoffman.

O ministro da Defesa, Mark Esper, “decidiu que estes projectos são necessários para apoiar a utilização das forças armadas e o Ministério da Defesa vai assim realizar 11 projectos de construção militar da barreira fronteiriça”, precisou.

Segundo o responsável pelos assuntos de segurança interna no Pentágono, Kenneth Rapuano, serão reforçados segmentos do muro já existentes e construídos novos segmentos.

As zonas em causa situam-se perto de Yuma (Arizona), El Centro e San Diego (Califórnia), Laredo e El Paso (Texas).

O general Andrew Poppas, director das operações no Estado-Maior norte-americano, indicou que a construção destas partes do muro permitirá reduzir o número dos 5.000 militares destacados na fronteira mexicana.

Os projectos de construção adiados não foram indicados à imprensa por o Pentágono pretender informar primeiro os eleitos dos Estados envolvidos.

Mas o líder dos democratas no Senado, Chuck Schumer, disse que entre os projectos afectados está um edifício da academia militar de West Point.

“É uma humilhação para as forças armadas que servem o nosso país”, escreveu Schumer na rede social Twitter.

O Presidente Donald Trump está “pronto a canibalizar fundos militares já atribuídos para satisfazer o seu ego e por um muro que prometeu que o México pagaria”, adiantou.

A construção de um muro na fronteira mexicana foi uma das principais promessas da campanha eleitoral de 2016 de Trump, para conter uma onda de imigração da América Latina.

O Presidente norte-americano indicou pretender 5,7 mil milhões de dólares (5,1 mil milhões de euros) para construir a barreira de segurança, mas em Fevereiro o Congresso aprovou apenas 1,4 mil milhões de dólares (1,2 mil milhões de euros) para o muro.

Trump declarou então uma emergência nacional para conseguir esses fundos sem a aprovação do órgão legislativo.

Inforpress/Lusa/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos