Partidos tailandeses iniciam registo de candidatos para primeiras eleições em 5 anos

Banguecoque, 04 Fev (Inforpress) – Os partidos políticos tailandeses começaram hoje a registar os seus candidatos para as eleições parlamentares de 24 de Março, as primeiras desde que os militares tomaram o poder num golpe de Estado em Maio de 2014.

Os partidos têm entre hoje e 08 de Fevereiro para registar os seus candidatos às eleições e por isso centenas de candidatos deslocaram-se pessoalmente a um auditório requisitado para a ocasião.

Na votação, serão eleitos 500 membros do futuro parlamento da Tailândia, que por sua vez vão eleger o próximo primeiro-ministro.

O decreto, assinado pelo rei Vajiralongkorn e publicado no jornal oficial da Tailândia, há duas semanas, abriu caminho para o país regressar à democracia, após o golpe militar de Maio de 2014, liderado pelo actual primeiro-ministro, o general Prayut Chan-ocha.

O primeiro-ministro não indicou ainda se vai concorrer a um segundo mandato.

“Em 24 de Março, os tailandeses vão falar para acabar com o regime militar”, disse o jovem milionário Thanathorn Juangroongruangk, chefe do novo partido de oposição “Futuro Avante”, enquanto se deslocava para o auditório.

“Estas eleições devem ser livres e justas, para permitir que o país avance”, sublinhou, na mesma ocasião, o líder do principal partido da oposição, Pheu Thai.

Prayuth Chan-ocha autoproclamou-se primeiro-ministro provisório, um dia depois de os militares terem tomado o poder num golpe de Estado, a 22 de Maio de 2014.

Desde o fim da monarquia absoluta em 1932, a Tailândia foi palco de 19 tentativas de golpe de Estado, 12 das quais bem sucedidas.

Inforpress/Lusa

Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos