Partido Popular propõe eleição para a direcção dos órgãos de comunicação social pública

Cidade da Praia, 28 Abr (Inforpress) – O vice-presidente do Partido Popular, Felisberto Semedo, propôs hoje que os cargos de direcção dos órgãos de comunicação social pública deveriam ser eleitos pelos jornalistas da instituição e não por nomeação do partido no poder.

Felisberto Semedo fez esta consideração à Imprensa, após a reunião quinzenal que o partido habitualmente efectua na sua sede.

De acordo o responsável, deve ser feito um concurso interno, para que os colaboradores possam escolher quem é que acreditam ser a melhor escolha para a direcção do órgão de comunicação pública.

Segundo explicou o responsável, a nomeação por parte do Governo condiciona o trabalho dos jornalistas, sabendo que a direcção “é liderada por um comissário do partido no poder”.

“Nós consideramos que esta nomeação não é feita de forma livre, mas sim politizada, portanto condiciona os jornalistas, que têm que obedecer ao sistema”, sustentou.

Por outro lado, congratulou-se com o último relatório dos Repórteres Sem Fronteiras (RSF), que apontam a subida de Cabo Verde em quatro posições, passando para o 25º lugar, no ranking da Liberdade de Imprensa 2019.

“O último resultado é satisfatório e o trabalho deve ser sempre neste sentido”, destacou.

Além desta questão, o PP abordou também durante a sua reunião a problemática de habitação no país e a situação do crescimento económico.

HR/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos