Partido dos Trabalhadores Húngaros pede paz entre Rússia e Ucrânia

Budapeste, 08 Nov (Inforpress) – O Partido dos Trabalhadores Húngaros pediu na segunda-feira a paz entre a Rússia e a Ucrânia e acusou os Estados Unidos de alimentar o conflito entre os dois países.

“Hoje somos contra a guerra, queremos a paz. Mas não sejamos ingênuos! Os americanos são os que não querem a paz hoje, e não a querem porque a guerra os enriquece”, disse o presidente do partido, Gyula Thürmer, antes de um protesto.

O Thürmer, segundo a Xinhua, fez as observações no centro de Budapeste, a capital húngara, sob uma faixa na qual está escrito: “A OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) está empurrando a Hungria para a guerra, a UE (União Europeia) para a miséria, queremos um Hungria independente!”.

Ele pediu a Washington para se sentar com a Rússia para encontrar um acordo de paz, pedindo ainda que ambos os países parem de mencionar o uso de armas nucleares.

A guerra afectou a economia húngara, lamentou, acrescentando: “A taxa de inflação já está acima de 20% e estamos enfrentando não apenas o aumento dos preços, mas também o perigo real do desaparecimento de produtos (das lojas)”.

Em muitas partes da Hungria, há acesso limitado ao açúcar e ao petróleo, de acordo com Thürmer.

Ele também enfatizou que não queria escolher um lado no conflito entre Rússia e Ucrânia. “O Partido dos Trabalhadores da Hungria não promove os projectos da Rússia, apenas promovemos a paz, promovemos um acordo com a Rússia”, disse.

A Hungria, que depende em grande parte da Rússia para energia fóssil e nuclear, é membro da UE e da OTAN. No entanto, o governo do primeiro-ministro Viktor Orban é um crítico ferrenho das sanções ocidentais contra a Rússia.

Inforpress/Xinhua

Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos