Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Parlamento: Ministro da Saúde anuncia revisão dos estatutos das regiões e da carta sanitária

Cidade da Praia, 14 Jul (Inforpress) – O ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, anunciou hoje, no Parlamento, a revisão dos estatutos das regiões e da carta sanitária de Cabo Verde por forma a melhorar a gestão e a prestação dos cuidados de saúde.

O governante respondia aos deputados, no período das perguntas ao Governo, durante o qual foi confrontado com reivindicações relativamente a melhoria das infra-estruturas, meios de diagnóstico e reforço do pessoal para melhorar as respostas nos seus respectivos municípios.

“Nós vamos avançar com a revisão da carta sanitária, e, lá onde for definido que tipo de infra-estrutura deverá existir será enquadrado”, respondeu o ministro, depois de ser confrontado com as propostas ou sugestões para a criação do hospital regional de Santa Cruz, a melhoria das condições de diagnóstico no Porto Novo e elevação de alguns centros de saúde à categoria de delegacia de saúde.

Arlindo do Rosário pediu a colaboração dos parlamentares na análise da questão de multiplicação das estruturas para exercer as mesmas funções e o mesmo nível de complexidade.

“Entendo que será muito mais importante investir no reforço da capacidade de um hospital regional do que multiplicar mais um hospital, que, em termos de economia de escala, em termos de pessoal, tem de ser levado em conta”, disse.

“Nós temos de ter esse pensamento de aproveitar o máximo possível, num país que tem dificuldades várias, passando situações difíceis com demanda em outros sectores. E nesse sentido temos que ter esse pensamento de rentabilizar os recursos para ganhar eficiência”, acrescentou.

Arlindo do Rosário adiantou que o Governo vai igualmente revisitar os estatutos das regiões sanitárias por forma a dar mais competências às direcções das regiões sanitárias, permitindo, de facto, uma gestão regional mais eficiente.

Contudo, garantiu que lá onde for necessário o Governo vai investir em infra-estruturas e anunciou a construção de alguns centros de saúde, nomeadamente na Ribeira das Patas, em Santo Antão, e a requalificação de outros centros e unidades sanitárias de base.

“Lá onde for definido que determinado tipo de infra-estrutura deverá existir, será enquadrada”, disse, lembrando que as unidades sanitárias de base estão sob a responsabilidade das câmaras municipais pelo que o trabalho a esse nível deve ser feito em parceria com as autarquias locais.

De forma particular, informou que o Centro de Saúde dos Picos vai ser elevado à categoria de delegacia de saúde, como aconteceu no Tarrafal de São Nicolau e avançou que o executivo vai ainda investir no reforço dos hospitais regionais do Fogo, de Santo Antão e de Santiago Norte.

De uma forma geral, o ministro garantiu que o executivo já investiu e vai continuar a investir em infra-estruturas, meios de diagnóstico e recursos humanos para reforçar as respostas a nível da saúde em todo o país.

Arlindo do Rosário foi questionado também sobre o processo de vacinação contra a covid-19, tendo avançado que o processo está a decorrer bem.

O ministro precisou que desde Março até agora o país já recebeu 385 mil doses de vacinas, das quais mais de 120 mil já foram administradas.

MJB/CP

Inforpress/fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos