Parlamento: Governo garante que está a preparar o ano agrícola

Cidade da Praia, 24 Jun (Inforpress) – O Governo anunciou hoje, que, à semelhança dos outros anos, o ano agrícola está a ser preparado no que tange às sementes, produtos fitossanitários, além das estacas de mandioca e plantas da batata doce.

“O Governo, à semelhança dos outros anos, tem trabalhado de forma árdua na preparação do ano agrícola, pelo que este ano não constitui excepção”, vincou a ministra da Presidência do Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares.

Filomena Gonçalves reagia assim à intervenção da deputada Eva Ortet, da bancada parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição), que se manifestou “preocupada” com os preparativos do ano agrícola.

Segundo a ministra, no que tange à semente, parte destas é sempre adquirida pelo Estado junto dos privados e, depois, colocada à disposição dos agricultores, mediante “critérios pré-definidos”.

Para a deputada do PAICV, os agricultores estão “preocupados”, lembrando que nos anos anteriores as sementes foram compradas com o apoio da FAO e, apesar disto, sublinhou, foram “racionalizadas e vendidas de tal forma que muitos preferiram não comprar”.

A parlamentar denunciou que uma boa parte das referidas sementes ficaram nos armazéns, acabando por se deteriorar.

Por isso, a deputada quis saber como é que este ano se procederá à distribuição das sementes, porque, revelou, os “agricultores estão apreensivos” não só pela falta das mesmas no mercado, como também pelo seu “elevado preço”.

Entretanto, ainda no período de questões gerais, momento em que os deputados aproveitam para expressar as preocupações dos seus eleitorados, o presidente da Assembleia Nacional, Austelino Correia, se viu obrigado a interromper a sessão por alguns minutos, por causa de algumas picardias registadas entre os deputados.

LC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos