Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Parlamento aprova na generalidade criação da Ordem dos Psicólogos de Cabo Verde

Cidade da Praia, 12 Mar (Inforpress) – O Parlamento aprovou hoje, na generalidade, o projecto de Lei que cria a Ordem dos Psicólogos de Cabo Verde e aprova o respectivo estatuto, com 32 votos do MpD (poder) e a abstenção da oposição.

A proposta foi aprovada no final da tarde de hoje, durante a primeira sessão plenária deste mês de Março, que terminou esta sexta-feira, com 32 votos a favor do Movimento para a Democracia (MpD, poder) tendo os partidos da oposição, o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) e a União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), votado abstenção.

Na sua declaração de voto, o deputado do PAICV, Clóvis Silva, afirmou que o seu partido votou abstenção por não concordar com os procedimentos levados a cabo na elaboração do diploma. Este parlamentar defendeu ainda que os psicólogos deveriam ter sido ouvidos neste processo, por serem a parte interessada.

Seguindo a mesma linha, a deputada da UCID, Dora Pires, acrescentou que o seu partido não concorda com a forma como esta proposta foi conduzida. “Sabemos que a maior parte dos psicólogos não estão satisfeitos”, afirmou, desejando que os profissionais desta classe possam ser ouvidos em sede da votação na especialidade.

Já o deputado do MpD, João Gomes, referiu que o seu partido votou a favor por ser o proponente da iniciativa, uma proposta que, segundo frisou, “não mereceu nenhum reparo”. Este parlamentar salientou ainda que a Associação dos Psicólogos de Cabo Verde é chamada a apresentar as suas soluções, antes da votação na especialidade, para que haja um bom estatuto para a Ordem.

Foi ainda aprovada, desta feita por unanimidade, a proposta de lei que altera o plano de cargos, carreiras e salários (PCCS) e fixa as condições específicas de ingresso e de evolução profissional do pessoal da Assembleia Nacional, assim como, na segunda deliberação, a proposta de lei que procede à terceira alteração ao Código de Processo Penal, aprovado pelo Decreto-Legislativo n.º 2/2005, de 07 de Fevereiro, alterado pelo Decreto-Legislativo n.º 5/2015, de 11 de novembro e pela Lei n.º 112/VIII/2016, de 01 de Março.

O parlamento aprovou ainda na generalidade a proposta de lei que procede à segunda alteração ao Decreto-Legislativo nº 7/2010, que aprova o Código de Processo Civil.

Foi ainda aprovada a proposta de resolução que aprova, para ratificação, o acordo entre a República de Cabo Verde e a República de Angola sobre a assistência mútua administrativa em matéria aduaneira e a que aprova, para ratificação, o acordo entre a República de Cabo Verde e a República de Angola sobre a assistência mútua administrativa e cooperação em matéria fiscal.

Também foi aprovada, para ratificação, a proposta de resolução que estabelece a convenção entre a República de Cabo Verde e a República de Angola para a eliminação da dupla tributação em matéria de impostos sobre o rendimento e a prevenção da evasão fiscal, assim como a proposta de resolução que aprova, para ratificação, o acordo entre o Governo da República de Cabo Verde e o Governo da República de São Tomé e Príncipe relativo ao reconhecimento recíproco de carta de condução.

Ainda nesta sessão foram aprovadas a proposta de resolução que aprova, para ratificação, a convenção para evitar a dupla tributação e prevenir a evasão fiscal em matéria de impostos sobre os rendimentos entre o Governo da República de Cabo Verde e o Governo da República da Guiné Equatorial e a proposta de resolução que aprova, para ratificação, a convenção para evitar a dupla tributação e prevenir a evasão fiscal em matéria de impostos sobre o rendimento entre a República de Cabo Verde e a República Democrática de São Tomé e Príncipe.

GSF/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos